Ação que visa a anulação de instrumento particular de confissão de dívidas e outras avenças (contrato de adesão com banco) em virtude da abusividade e lesividade do mesmo, com pedidos de indenização por danos patrimoniais e morais, ou em virtude de fraude, vício de vontade e etc.

Logo, existe previsão de anulação e nulidade do negócio jurídico, diante da vontade inquinada, quando a manifestação não é expressa de modo espontâneo ou o é, porém de modo turvado, decorrência de circunstâncias internas ou externas que orbitam o negócio; ou ainda quando – a despeito da pudica manifestação – ela ocorre em flagrante prejuízo de direito alheio, o ordenamento lhes atribui a alcunha de negócios nulos ou anuláveis, dependendo da gravidade desta circunstância.

Portanto, você que se sentir prejudicado no seu direito, entre em contato conosco.
Com amplo conhecimento dos contratos de financiamento e da orientação dos tribunais em matéria de revisão de contratos, repetição de indébito, os advogados de Heerdt Advogados procuram buscar a satisfação de seus clientes no sentido de obter reconhecimento judicial de valores cobrados indevidamente, garantindo assim os seus direitos e evitando abusos.

Mais sobre Direito Bancário