Desde a publicação da Emenda Constitucional n. 66/2010, os casais podem divorciar-se diretamente, sem terem de, antes disso, promover sua separação. A novidade gerou celeridade na obtenção do divórcio, sendo a alternativa menos desgastante e onerosa aos interessados.

O divórcio judicial pode ser consensual, quando o casal está em comum acordo sobre os aspectos (partilha; alimentos; guarda e regulamentação de visitar, se tiverem filhos). Poderá ser litigioso quando não houver acordo sobre as condições da separação. Quando o casal não possuir filhos menores e houver consenso quanto às cláusulas, inclusive partilha de bens, o divórcio mesmo poderá ser feito em Tabelionato.

Com ampla experiência no assunto, os advogados de Heerdt Advogados procuram esclarecer o cliente desde a primeira consulta, agindo com total sigilo, ética e clareza, eliminando dúvidas e orientando o cliente de forma acessível, humana e personalizada, no sentido de encontrar a melhor solução para o caso.

Mais sobre Direito de Família